top of page

A Ética na Psicologia

Psicóloga SP- Maristela Vallim Botari - Psicóloga clínica na Av. Paulista

Psicóloga SP - Terapia Online e presencial perto de você

O que é a Ética na Psicologia

A ética na Psicologia é uma área de estudo que abrange os princípios, valores e normas que orientam a conduta dos psicólogos em sua prática profissional. 


É um campo que visa promover o bem-estar dos clientes e a integridade da profissão, estabelecendo diretrizes para a atuação responsável e ética dos psicólogos.


Quais os principais conceitos éticos na Psicologia?

O que torna um psicólogo bom


Dentre outras coisas, é a prática profissional respaudada pela ética, que compreende:


  • Autonomia: Respeito à autonomia e à dignidade do Paciente, reconhecendo sua capacidade de tomar decisões informadas e participar ativamente no processo terapêutico.

  • Beneficência: Promoção do bem-estar e do benefício dos clientes, agindo em seu melhor interesse e buscando seu crescimento e desenvolvimento.

  • Não maleficência: Evitar causar danos aos clientes, garantindo a segurança e o cuidado em todas as intervenções psicológicas.

  • Justiça: Garantir igualdade e equidade no acesso aos serviços psicológicos, combatendo discriminações e preconceitos.

Princípios Fundamentais


I. O psicólogo baseará o seu trabalho no respeito e na promoção da


liberdade, da dignidade, da igualdade e da integridade do ser


humano, apoiado nos valores que embasam a Declaração Universal


dos Direitos Humanos.


II. O psicólogo trabalhará visando promover a saúde e a qualidade de


vida das pessoas e das coletividades e contribuirá para a eliminação


de quaisquer formas de negligência, discriminação, exploração,


violência, crueldade e opressão.


III. O psicólogo atuará com responsabilidade social, analisando crítica


e historicamente a realidade política, econômica, social e cultural.


IV. O psicólogo atuará com responsabilidade, por meio do contínuo


aprimoramento profssional, contribuindo para o desenvolvimento


da Psicologia como campo científco de conhecimento e de prática.


V. O psicólogo contribuirá para promover a universalização do


acesso da população às informações, ao conhecimento da ciência


psicológica, aos serviços e aos padrões éticos da profssão.


VI. O psicólogo zelará para que o exercício profssional seja efetuado


com dignidade, rejeitando situações em que a Psicologia esteja


sendo aviltada.


VII. O psicólogo considerará as relações de poder nos contextos em


que atua e os impactos dessas relações sobre as suas atividades


profssionais, posicionando-se de forma crítica e em consonância


com os demais princípios deste Código.Além desses princípios, a ética na Psicologia também abrange questões como competência profissional, sigilo, privacidade, consentimento informado, relações interpessoais, respeito à diversidade cultural, cientificidade, honestidade e integridade profissional.Os psicólogos devem seguir um código de ética profissional estabelecido pelos órgãos reguladores da Psicologia em cada país. 


Esses códigos fornecem diretrizes específicas para a prática ética, incluindo regras de conduta, responsabilidades profissionais e procedimentos para lidar com dilemas éticos.


Quando surgem dilemas éticos na prática psicológica, os psicólogos são encorajados a buscar supervisão, consultoria ética e tomar decisões baseadas na reflexão ética, considerando os princípios éticos, os valores profissionais e o melhor interesse dos clientes.

Comments


bottom of page