top of page

❖ Como lidar com pessoas negativas.



O afastamento de pessoas negativas é uma resposta natural e saudável que muitas pessoas experimentam quando percebem que um relacionamento ou interação está sendo prejudicial para sua saúde emocional e bem-estar. 


A decisão de se afastar de quem te faz mal

A Sra. X era uma mulher gentil e carinhosa, sempre preocupada em ajudar as pessoas ao seu redor. 


Ela costumava passar horas conversando com sua amiga, a Sra. Y, e apesar de amar passar tempo com ela, percebeu que se sentia cada vez mais cansada e desmotivada após as conversas.


A Sra. Y era uma pessoa negativa e reclamona, sempre se queixando de seus problemas e nunca encontrando soluções para suas dificuldades. 


Além disso, tinha uma forte tendência de difamar e caluniar pessoas inocentes, vendo com maldade absolutamente tudo o que as pessoas faziam.


Com uma personalidade que tendia para o narcisismo, aos poucos as pessas se afastaram da sra. Y, pois era muito dificil conviver com ela. 


Algumas chegaram a recomendar que procurasse uma Psicóloga, mas ela entendeia que não tinha problema algum, os outros é que eram problemáticos.


A Sra. X tentou ajudá-la de várias maneiras, oferecendo conselhos e palavras de encorajamento, mas percebeu que isso não adiantava muito. 


Depois de um tempo, ela começou a sentir que a amizade com a Sra. Y estava prejudicando sua própria saúde emocional e bem-estar.


Um dia, a Sra. X decidiu se afastar um pouco da Sra. Y. Ela ainda conversava com ela de vez em quando, mas procurou limitar o tempo que passavam juntas e mudar o assunto das conversas. 


A Sra. Y ficou chateada com o afastamento da Sra. X, mas a Sra. X sabia que precisava proteger sua própria saúde emocional e não se deixar levar pelo negativismo de sua amiga.


Com o tempo, a Sra. X começou a se sentir melhor. 


Ela percebeu que a amizade com a Sra. Y estava afetando negativamente seu próprio humor e disposição, e que agora era capaz de se concentrar mais em seus próprios objetivos e desejos. Ela começou a buscar novas amizades e a se envolver em atividades que a deixavam mais feliz e realizada.


A Sra. X aprendeu que, embora possa ser difícil se afastar de pessoas negativas, muitas vezes é necessário fazer isso para proteger nossa própria saúde mental e emocional. 


Ela não deixou de ser gentil e prestativa, mas aprendeu a definir limites saudáveis e se cercar de pessoas positivas e encorajadoras.




Afastar as pessoas ou aprender a conviver com elas?

A psicologia explica que isso acontece porque as emoções e o comportamento das pessoas ao nosso redor podem ter um grande impacto em nosso próprio estado emocional e comportamento.


Quando estamos perto de pessoas negativas, isso pode afetar nossa autoestima, aumentar a ansiedade e o estresse, nos fazer sentir tristes ou deprimidos e, em geral, nos deixar com uma sensação de cansaço e esgotamento emocional. 


Além disso, a convivência com pessoas negativas pode nos afastar de nossos objetivos e metas, já que muitas vezes elas tendem a ser críticas e desencorajadoras.


Por outro lado, estar em um ambiente positivo, rodeado de pessoas que nos apoiam e nos encorajam, pode aumentar nossa autoestima, nos ajudar a alcançar nossas metas e nos fazer sentir mais felizes e satisfeitos em geral. 

Isso pode nos ajudar a lidar com o estresse e a ansiedade de forma mais eficaz, aumentando nosso bem-estar emocional.


Assim, a psicologia nos ensina que, embora possa ser difícil afastar-se de pessoas negativas, muitas vezes é necessário fazer isso para proteger nossa saúde mental e emocional. 


É importante lembrar que isso não significa que devemos desconsiderar todas as pessoas que não são positivas o tempo todo, mas sim que devemos ser seletivos em relação às pessoas com quem escolhemos passar nosso tempo e com quem decidimos construir relacionamentos significativos e saudáveis.



A Psicologia Explica

Tendemos a nos aproximar de pessoas alegres, porque a alegria é contagiosa (por meio dos nossos neurônios espelhos, que possibilitam ao nosso cérebro reproduzir as emoções e comportamentos alheios).


Somos orientados pela nossa natureza a buscar nossa homeostase (equilíbrio) físico e mental o tempo todo, e isto nos leva muitas vezes a situações de angústia e sofrimento, o que causa um declínio na autoestima.


E quando isso ocorre, ficamos "pra baixo", sem ânimo pra fazer coisas simples, como sair, pentear cabelos, as vezes até mesmo trabalhar e estudar.


E quando o afastamento não é possível?

Em alguns casos, pode não ser possível ou viável se afastar de uma pessoa negativa, especialmente se essa pessoa for um familiar ou um colega de trabalho próximo. Nesses casos, é importante aprender a lidar com a situação de uma maneira que não prejudique sua própria saúde mental e emocional.

Uma das estratégias que pode ajudar é tentar mudar a maneira como você reage à pessoa negativa. Em vez de se deixar levar pelo negativismo dela, tente manter uma atitude positiva e respeitosa, sem se envolver em discussões ou se deixar abalar por suas queixas e reclamações. Você também pode tentar desviar a atenção da pessoa para assuntos mais positivos ou interessantes, como projetos ou hobbies.


Outra estratégia que pode ser útil é estabelecer limites claros em relação à pessoa negativa. Isso pode incluir limitar o tempo que você passa com ela, ou evitar tópicos de conversa que a deixem mais negativa. Se ela cruzar os limites que você estabeleceu, seja firme em reforçá-los, mas sem se tornar agressivo ou confrontador.


Também pode ser útil buscar apoio em outras pessoas em sua vida, como amigos ou familiares, que possam ajudá-lo a lidar com o estresse e o negativismo da pessoa. E se a situação estiver afetando negativamente sua saúde emocional, buscar ajuda profissional de um psicólogo ou terapeuta pode ser uma opção para aprender técnicas de gerenciamento de estresse e emoções.


Em resumo, embora se afastar de pessoas negativas seja muitas vezes a melhor opção para proteger sua saúde mental e emocional, existem outras estratégias que podem ajudar a lidar com a situação quando isso não é possível. O importante é buscar maneiras saudáveis e eficazes de lidar com a negatividade da pessoa sem prejudicar sua própria saúde emocional.

Como a psicologia pode ajudar as pessoas que convivem com pessoas negativas


A Psicóloga Maristela em SP pode ajudar as pessoas que convivem com pessoas negativas a desenvolver habilidades emocionais e comportamentais para lidar com a situação. 


Alguns exemplos de técnicas e estratégias que um psicólogo pode ensinar incluem:




Desenvolvimento de habilidades de comunicação assertiva: aprender a comunicar suas próprias necessidades e limites de forma clara e assertiva pode ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade causados pela convivência com pessoas negativas.




Técnicas de gerenciamento de estresse: quando estamos expostos constantemente a uma pessoa negativa, pode ser difícil não se deixar afetar por suas emoções e comportamentos. Aprender técnicas de relaxamento, meditação, respiração ou outras formas de gerenciamento de estresse pode ajudar a reduzir os efeitos negativos dessa convivência.




Autoestima e autoconfiança: pessoas que convivem com pessoas negativas podem acabar internalizando suas críticas e se sentindo desvalorizadas e sem autoconfiança. Um psicólogo pode ajudar a desenvolver a autoestima e a autoconfiança para que essas pessoas consigam lidar melhor com as críticas e comentários negativos.




Mudança de perspectiva: às vezes, mudar a forma como se enxerga a pessoa negativa pode ajudar a reduzir seu impacto negativo. Um psicólogo pode ajudar a pessoa a entender as motivações e causas por trás do comportamento negativo da outra pessoa, o que pode ajudar a desenvolver empatia e a lidar melhor com a situação.




Estratégias de resolução de conflitos: quando surgem conflitos ou desentendimentos com a pessoa negativa, é importante ter estratégias eficazes para lidar com a situação. Um psicólogo pode ensinar técnicas de resolução de conflitos e negociação para ajudar a pessoa a lidar com essas situações.




Em resumo, a psicologia pode ajudar as pessoas que convivem com pessoas negativas a desenvolver habilidades emocionais e comportamentais para lidar com a situação. Isso pode incluir técnicas de comunicação assertiva, gerenciamento de estresse, desenvolvimento de autoestima e autoconfiança, mudança de perspectiva e estratégias de resolução de conflitos.

iana, Klabin, paraíso, vergueiro, terapia de casal, terapia presencial sp, psicóloga consulta.Como agendar consulta com Psicóloga:


Se você, ou alguém muito especial está  passando por momentos dolorosos, sentindo-se incompreendido(a), e está buscando apoio emocional, a Psicóloga Maristela convida para iniciar uma terapia ou continuar um tratamento psicológico.


CRP-SP 06-121677

Psicóloga SP: Com mais de 12 anos de experiência profissional, a Psicóloga SP tem se dedicado ao acolhimento de indivíduos de diversas faixas etárias em seu trabalho terapêutico. Sua abordagem é profundamente humanizada e acolhedora, reconhecendo a singularidade e a importância de cada pessoa.


No caminho da jornada pessoal, a Psicóloga SP destaca a importância de nos afastarmos de influências negativas. 


Esse processo não se trata apenas de distanciamento físico, mas também de um cuidado consciente com nosso ambiente emocional e relacional. 


Essa orientação visa promover um ambiente mais saudável e positivo, permitindo que as pessoas alcancem seu potencial de bem-estar e desenvolvimento pessoal.



Os agendamentos de consultas  Agendamentode consulta com psicologa sp


Psicóloga Sp, Psicóloga, Psicóloga perto de mim, Psicóloga consulta

Contato:


Whatsapp (11) 95091-1931




  • As diferentes abordagens que a psicóloga utiliza


Atendimentos Psicológicos

ATENDIMENTOS PSICOLÓGICOS

Quem pode passar pela Psicóloga: 


Pessoas em geral, não necessariamente pessoas com transtornos mentais.

  • Público: Atende crianças a partir de 10 anos, adultos, casais e também indivíduos na terceira idade.

Modalidades de atendimento:

Terapia com a Psicóloga OnlinePsicóloga presencial em SP:  O consultório da Psicóloga SP fica localizado na: Avenida Paulista, 2001 - cj 1911 - Bela Vista - São Paulo/SP - CEP 01311-931.




Próximo do Metrô Consolação


Horários de Funcionamento do Consultório07:00 - 21:00 (segunda a sexta)07:00 - 16:00 (sábados)




Com a Terapia Online, não existe mais distância entre você e o Psicólogo



Existem fases da vida que realmente é muito difícil atravessar sozinho (a).


E nestas fases, parece que os amigos somem, o trabalho fica mais difícil e a solidão bate forte.  Além disso, nossas forças físicas parecem diminuir, o pensamento fica disfuncional e os sentimentos tendem a ficar cada vez mais confusos. 



Geralmente as pessoas procuram terapia quando:

Apresentam problemas de relacionamento

  1. Crenças de desamparo ou  desamor;

  2. Dificuldade em superar um término de relacionamento;

  3. Dificuldade em aceitar uma traição;

  4. Querem manter um relacionamento feliz;

  5. Precisam se livrar de um amor doentio;

  6. Gostariam de aprender a amar;

  7. Querem identificar e se libertar de relacionamentos abusivos, abuso moral ou psicológico; 

  8. Não querem mais aceitar joguinhos amorosos, nem  Relacionamentos orbitais;

  9. Identificar Mecanismos de defesa nas relações afetivas;

  10. Lidar com perdas, abandonos e solidão.



Apresentam problemas de autoestima, autoimagem ou autoaceitação

  1. Estão em busca de autoconhecimento; autoaceitação;

  2. Buscam formas de resgatar sua autoestima;

  3. Querem viver sem a necessidade de máscaras;

  4. Querem evitar comparações;

  5. Não se consideram suficientemente inteligentes.

  6. Querem aprender a viver com mais autenticidade.

Apresentam sinais e sintomas de transtornos mentais





Apresentam formas disfuncionais de pensar e agir





  1. pensamentos obsessivos, distorcidos intrusivos ou recorrentes;

  2. ideação suicida,  automutilação, agressividade exagerada.

  3. Insônia;

  4. oscilação de humor;

  5. Compulsão alimentar;

  6. Uso abusivo de álcool e/ou entorpecentes.

Buscam uma reforma íntima:





  1. Querem se livrar de alguns sentimentos ruins como a  inveja, a culpa, a raiva, o ciúme;

  2. Entenderam que é hora de superar a carência afetiva,  e a dependência emocional

  3. Precisam perdoar, superar e esquecer eventos traumatizantes;

  4. Querem aprender a se importar menos com o que os outros pensam  a seu respeito; 

  5. Querem compreender a diferença entre expectativas e ilusões.

Apresentam problemas de estresse no trabalho





Precisam aprender novas habilidades sociais






  1. Aprender a dizer não

  2. Superar a Dificuldade de relacionamentos e de comunicação;

  3. Superar a dificuldade demonstrar sentimentos

  4. Identificar e lidar com chantagem emocional;

  5. Identificar e demonstrar Sentimentos reprimidos.

Se você ou alguém que você conhece está passando por um problema psicológico, convido a vir conhecer meu trabalho, ou indicar a quem precisa.


A Terapia serve para que as pessoas tenham ajuda emocional, apoio psicológico para lidar com problemas da vida em geral, como ansiedade, depressão, fim de relacionamento, luto, amor patológico, etc. 

Quem pode se beneficiar da Psicoterapia: pessoas em geral, não necessariamente pessoas com transtornos mentais.





Como funciona a terapia com psicólogos


  1. ⭐⭐⭐⭐⭐ Blog da Psicóloga SP

  2. 10 motivos para fazer terapia

  3. Ajuda Emocional

  4. Como encontrar o psicólogo certo

  5. Como saber se você precisa de terapia?

  6. Endereço do Consultório de Psicologia

  7. Há sempre algo que um psicólogo pode fazer

  8. Informações sobre Psicoterapia

  9. Onde tem atendimentos com Psicólogos Gratuitos?

  10. Para quem nunca fez psicoterapia

  11. Psicóloga em São Paulo, sp

  12. Psicóloga por Whatsapp: sempre com você

  13. Psicologa Vila Mariana em SP

  14. Psicólogos para problema de relacionamento

  15. Psicoterapia como funciona a 1a. sessão

  16. Psicoterapia é evolução, não é castigo nem punição

  17. Quando a terapia funciona

  18. Quando procurar terapia online

  19. Quando procurar terapia?

  20. Quanto custa uma consulta com Psicólogos em SP em 2020

  21. Terapia Cognitivo Comportamental

  22. Terapia de Casal

  23. Terapia Online: Uma alternativa excelente

  24. Terapia para compulsão alimentar

  25. Terapia para Modificação do comportamento

  26. Tratamento para dificuldade de relacionamento

  27. Tratamentos Psicológicos



Comments


bottom of page