top of page
Buscar

Qual a função do Psicólogo Clínico?

Qual a função do Psicólogo Clínico?


É um profissional que oferece ajuda emocional, afetiva e racional; que ajuda as pessoas a entenderem seus medos, suas raivas, seu stress cotidiano; que ensina a expressar sentimentos como amor, raiva, indignação; que ampara na hora da dor; que motiva; que mostra ao outro suas potencialidades, convertendo defeitos em qualidades, medo em coragem, tristeza em alegria, raiva em amor.


O psicólogo hoje tem uma função mais ativa na sociedade. 


Basicamente, um Psicólogo clínico tem a função de promover a saúde mental em uma clínica ou consultório particular.


Qual a função do Psicólogo Clínico?

Uma das formas de trabalho dos Psicólogo Clínico é conhecido como PSICOTERAPIA. que visa acolher o cliente, escutar sua queixa, e ajudá-lo a encontrar os melhores caminhos.


O Psicoterapeuta é sempre o profissional mais indicado para ajudá-lo a sair da crise e vai ajudar você a resgatar seu bem estar emocional, físico e cognitivo.


Existem fases da vida que realmente é muito difícil atravessar sozinho (a).


E nestas fases, parece que os amigos somem, o trabalho fica mais difícil e a solidão bate forte.

Além disso, nossas forças físicas parecem diminuir, o que leva nosso comportamento a ficar mais lento.


Minha sugestão para lidar com isso é: procurem ajuda. Procurem algum psicólogo clínico que entenda de comportamento humano, de emoções e de transtornos mentais, com propriedade no assunto.


Caso prefira, também pode procurar por sessões de Psicanálise.


  1. O Psicanalista é o psicólogo que se especializou em Psicanálise, um curso de pós graduação que dura em média quatro anos e é reconhecido pelo CFP.

  2. O Psicólogo Cognitivo Comportamental é o profissional com formação em TCC (quatro anos) especializado em modificação de pensamentos e comportamento humano.

E se o seu problema é conjugal, afetivo ou amoroso, a terapia de casal é muito indicada, uma vez que ajudará o casal a entender como o relacionamento funciona e de que forma as pessoas podem se compreender mutuamente.

Em Resumo: A Terapia o ajudará a encontrar soluções onde simplesmente não seria possível sem uma ajuda emocional externa.


Que psicólogo procurar?

O que é Psicoterapia


Esclarecendo a Psicoterapia, para que todos possam entender melhor o que este termo significa. 

Psicoterapia é  o trabalho do psicólogo voltado para o atendimento clínico. As sessões costumam durar cerca de 50 minutos, mas algumas duram mais ou menos tempo. Depende do tipo de trabalho a ser realizado.


Abordagens psicológicas:

Embora todas as abordagens da Psicologia sejam boas (eu jamais falaria o contrário), nem todas servem para todos. Por exemplo: 


  1. na Terapia Cognitivo-comportamental, os Psicoterapeutas costumam ser mais interativos, fazendo o paciente pensar bastante sobre si mesmos, e sobre o que pensam, e como seu pensamento foi construído.

  2. Os psicanalistas, por sua vez, tendem a ser silenciosos, ouvindo muito e interferindo pouco no discurso do paciente.

  3. Já os psicólogos humanistas tendem a ser bem próximos dos seus pacientes, se colocando de maneira mais humana na relação, usando sua sensibilidade como principal instrumento de trabalho.


Psicólogos podem atender parentes e amigos?


Depende muito da sensibilidade de cada profissional: geralmente atendemos pessoas próximas (umas das outras) desde que os atendimentos não se sobreponham, nem interfiram na realidade de uma das pessoas.


Se isto for um problema para um ou outro, aconselhamos que procure uma psicóloga diferente para cada pessoa. Em São Paulo é muito fácil encontrar psicólogos próximos, que irão ajudar todo mundo. Não há necessidade de passar todo mundo na mesma psicóloga.


Mas quando esta proximidade não incomoda, e/ou ao contrário, pode ajudar, então todos são bem vindos. 



Sobre atendimento de indivíduos da mesma família, o CRP-SP responde:


A decisão pelo atendimento é do(a) psicólogo(a), que considerará se o atendimento interferirá negativamente nos objetivos do serviço prestado, uma vez que não há nada na regulamentação que proíba especificamente o atendimento de familiares e/ou conhecidos(as).



Sim. Além do conhecimento e consentimento das pessoas atendidas, o(a) psicólogo(a) deverá estar atento(a) em relação ao sigilo profissional. As informações de